Vazam arquivos com informações confidenciais de OVNIS

Informações Confidenciais  

Inúmeros documentos vazados da página do WikiLeaks foram divulgados por meios de comunicação de todo o mundo, por se referirem a assuntos delicados da política internacional e revelarem comportamento secreto de governos e empresas. No entanto, pouco foi dito sobre os arquivos que fazem referência à questão dos OVNIS e informações confidenciais mantidas em silêncio por autoridades a respeito de avistamentos.

Teorias e precauções em relação à possibilidade de se encontrar inteligência artificial, esses são alguns dos documentos obtidos pela organização dirigida por Julian Assangre, que tratam a temática dos OVNIS.

OVNIS Russos

Um arquivo de 2006, oriundo da Embaixada dos Estados Unidos na Lituânia, contém um comentário feito por um assessor do primeiro-ministro desse país, que "refletindo a imagem de si mesmo como um patriota lutando contra a influência russa, adverte sobre a existência de um grupo de pessoas que são levadas para o leste, um grupo de OVNIS que exerce influência do cosmos". O arquivos destaca que este assessor possui um influência importante no destino do país.

Religião de óvnis

Um par de documentos oriundo da Embaixada dos Estados Unidos, em Ottawa, e do Consulado Americano em Montreal expressa preocupação em relação ao crescimento da religião raeliana no Canadá. De acordo com os documentos, os raelianos, que acreditam que a humanidade foi criada por extraterrestres como um experimento de laboratório, tinham visitado as escolas secundárias da província de Quebec para persuadir os católicos romanos a renunciarem sua fé e planejavam também dar cruzes para os estudantes queimarem. Outro documento afirma: “o objetivo final dos raelianos é criar vida em um laboratório, o que tornaria o ser humano imortal. Isso lhes permitiria estabelecer outra civilização em outro planeta. Enquanto isso, eles querem construir uma embaixada em Israel para receber os elohim quando regressassem em 2035. O grupo também é criticado por promover o uso da genética para tentativas de eugenia na melhora da raça humana”.

Do Tajiquistão ao cosmos

Um prefeito do Tajiquistão, país da Ásia Central que faz fronteira com o Afeganistão, Uzbequistão e a China, disse que existe vida em outros planetas e que são necessárias a paz e a unidade na Terra. De acordo com o documento, em 2010, o prefeito da cidade de Dushanbe se reuniu com Ken Gross, embaixador dos EUA. Embora os motivos da reunião fossem outros, o tema óvni acabou entrando na conversa: “O prefeito confirmou a existência de vida em outros planetas, advertindo o embaixador ao frisar que temos de nos centrar na solução de nossos problemas na Terra (...) Disse: sabemos que há vida em outros planetas, mas, em primeiro lugar, temos que fazer a paz aqui”.